A IM Magazine encontra pessoas extraordinárias para te inspirar face aos desafios que enfrentas. Para ver em: http://www.magazineim.com/home/

19
Nov 10

Justiça Social e Econômica (uma história contada na 1ª pessoa por Vera Cordeiro, fundadora da Associação Saúde Criança, Brasil)


A globalização no século XXI trouxe um crescimento econômico e tecnológico incomensurável, porém a fome afeta, pelo menos, mais de 1 bilhão de seres humanos nesse planeta. Entre os mais de 6 bilhões de habitantes, segundo as Nações Unidas: 799 milhões sofrem de desnutrição, cerca de 1 bilhão não tem moradia adequada, 2 bilhões e 400 milhões não têm acesso a saneamento básico adequado e cerca de 2 bilhões não têm acesso à eletricidade.


Segundo a Organização Mundial de Saúde, as principais causas de mortes no mundo estão relacionadas à pobreza, como fome, diarreia, pneumonia, tuberculose, malária, doenças perinatais. Doenças essas que poderiam ser prevenidas ou curadas a baixo custo, através de alimentação saudável, água potável, vacinação, reidratação adequada e remédios.

Frente a esse cenário – e com muita vontade de mudar esse futuro – foi criada em 1991 a Associação Saúde Criança. No início éramos um grupo de profissionais da saúde, e ao longo do tempo se juntaram a nós mais de 600 voluntários.
Estamos mudando o conceito de saúde e trabalhando para que esses números assombrosos mudem. Essa é a nossa função – somos empreendedores sociais.


Bill Drayton, fundador da organização pioneira Ashoka, diz que “o empreendedor social não é o que dá o peixe, nem ensina a pescar; é aquele que não descansará enquanto não revolucionar a indústria da pesca”.
A Saúde Criança está fundamentado na idéia de que a saúde é o fator principal para que uma pessoa exerça suas capacidades e se torne um cidadão produtivo. O desenvolvimento de um país está essencialmente ligado às oportunidades que ele oferece à população de fazer escolhas e exercer sua cidadania.

 

Porém não há cidadania sem saúde integral. E como podemos assegurar que um indivíduo seja saudável? Através de um programa que contemple não-somente a prestação de serviços hospitalares, mas que também faça a prevenção através da alimentação adequada, moradia digna, saneamento, capacidade de trabalho e cidadania.


Para os mais pobres, as doenças têm consequências negativas em suas vidas que se multiplicam. A Saúde Criança vai no cerne desse problema, trabalhando com a família inteira, de maneira integral, criando oportunidades para que as crianças que não estão doentes possam frequentar a escola, para que o responsável dentro daquela família aprenda uma profissão, e para que todos tenham acesso à justiça se necessário. Aprendam também como se alimentar melhor, manter a mínima higiene e promover seu autossustento.


Esta metodologia também está sendo adotada em 26 centros de referência de assistência social do governo de Belo Horizonte. Estamos inspirando a política pública na cidade do Rio de Janeiro, iniciando o trabalho no Pavão-Pavãozinho-Cantagalo.
Alguns dos resultados desses 19 anos de Saúde Criança são: a redução em 66% das reinternações dos pacientes, aumento de cerca de 40% na renda familiar e uma economia anual para os gastos públicos de R$ 2.565.000,00, considerando uma só das diversas instituições da Rede.
A nossa vida e daqueles que viviam em condições indignas foi transformada.
Acredito que todos somos agentes de mudança!

 


publicado por immagazine às 11:31

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


arquivos
2014

2013

2012

2011

2010

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO